Só Templates

Créditos



Layout by



27 de jun de 2008

ANSIEDADE E ESTADO DE PÂNICO

1982 - 2008

A crise aguda de ansiedade é uma experiência muito desagradável. Um sentimento de medo intenso é acompanhado por forte descarga do sistema nervoso autônomo. Pode haver tremor, taquicardia, ruborização, sudorese, palpitações, dispnéias, náusea e dispepsia, diarréia e vontade de urinar. Em alguns casos, ocorre a hiperventilação acompanhada de tonturas, parestesia e espasmos musculares. Algumas vezes surge uma crise sem nenhuma razão aparente; pode ser, em alguns casos, uma intensa reação a um acontecimento perturbador ou pode ocorrer como um sintoma fóbico, em situações tais como lugares fechados ou em meio a multidões.
Um
paciente com um ataque de ansiedade pode sentir, no início, somente alguns dos sintomas; por exemplo, pode se queixar apenas de palpitações ou de dispnéia. Pode então procurar socorro médico urgente para o que é considerada como uma nefasta enfermidade física, tal como uma doença cardíaca aguda, e essa interpretação, por si mesmo, tende a exacerbar a ansiedade.
Os estados mais graves de ansiedade ocorrem muitas vezes em associação com outras formas de doença psiquiátrica, usualmente outras neuroses. A ansiedade é facilmente comunicada a outros e isso tem efeitos sobre o paciente de modo que o paciente ao ser atendido pelo médico, pode haver já levado muitas pessoas circundantes a estados de pânico de intensidade variável.
Em geral, são os indivíduos com tipos de personalidade vulnerável, que são os mais propensos a sofrer períodos de ansiedade aguda. Aqueles particularmente suscetíveis incluem os aflitos crônicos, os inseguros e muito dependentes, os hipocondríacos e os obsessivos. Os pacientes com características histéricas têm tendência para dramatizar situações e exagerar uma reação emocional. Entretanto, aparentemente, a reação emocional desproporcional é também um traço importante de algumas outras doenças psiquiátricas, e a predisposição crescente para a ansiedade em depressão agitada é um exemplo.

Ansiedade

O tempo parece parado
aumenta a minha agonia
coração bate acelerado
em pura taquicardia
Ai, que não chega a hora
de ser por fim atendido
parece sem fim a demora
minha paciência exaurindo
A ansiedade agoniza meu coração,
o palpitar me leva a fortes emoções...
Sei que este era o sonho que esperava há anos,
porém o costume, a rotina diária,
fez com que me acostumasse a sentar
em espinhos e não sentir mais dores.

25 de jun de 2008

O Tudo da Vida!!!



Tudo q sou hoje
foi do que vivi ontem....
Todas as lágrimas deramadas
foi uma emoção vivida....
Todas as risadas q dou hoje
foram uma piada ouvida...
Todas as palavras faladas por mim
eram apenas a minha história sendo contada...
Todas as amizades feitas
foram para mostrar q a vida tem valor...
Todos versos escrevidos
são complemento de uma poesia...
Todas as gotas de chuva são
para regar as nosas vidas...
Todas poesias são apenas...
o que pensamos...
o que sentimos...
o que realmente cada
um de nós somos
Porque todos tem o tudo de uma poesia na vida!

22 de jun de 2008

TO FELIZZZZ!!!!!


Não sei o motivooo mas estou tão felizzzzz...........
Obrigada senhor por me fazer tão FELIZ!!!
As minhas amigas uma otima semana.

Dia D

Amanhã é o meu dia D...

A expressão Dia-D (D-Day) apareceu pela primeira vez nas ordens de batalha do Exército Norte Americano na Primeira Guerra Mundial.
A utilização de um nome em código para o dia de ínicio de uma operação, em sua fase de planejamento, leva em consideração que várias medidas devem ser tomadas antes e após o início dos combates e que devem ser organizadas em função da data e hora precisas da operação. Entretanto, tendo-se em vista que vários fatores podem alterar o dia de início de qualquer operação militar, seria impossível e até mesmo inseguro fazer circular vários documentos contendo a data específica.